08 agosto 2009

Descobri o Moodle!

(clicar na imagem)
Já no final deste ano lectivo frequentei uma acção de formação sobre o Moodle. Estou encantada!
Pretendo utilizá-lo com os meus alunos já no próximo ano lectivo. É que o Moodle permite-me não só a disponibilização de materiais online, como também me faculta uma comunicação mais fácil e prática com os alunos (por exemplo através dos fórums), permite-me receber os seus trabalhos via internet, saber quem acede à plataforma, ter e permitir aos meus alunos terem alguma privacidade relativamente aos comentários que adicionem, realizar tarefas interactivas e proceder à sua classificação no momento, etc., etc....
A seguir apresento um excerto do que escrevi no meu relatório de reflexão crítica que entreguei no final da formação.

"Hoje vão sendo cada vez menos os alunos que não podem aceder à internet em casa. Também vão sendo cada vez menos aqueles alunos para quem as palavras, login, download, upload, instalar, applet, etc. sejam estranhas ou lhes provoquem qualquer tipo de ansiedade. Este é um ponto fundamental para conseguir implementar ferramentas do tipo do Moodle com alguma facilidade e rapidez.

(...) o Moodle tem as seguintes vantagens:

· Não me impõe problemas de espaço para o armazenamento de ficheiros, havendo apenas o problema de não poder carregar para a plataforma ficheiros com mais de 16 Mb.

· Não preciso de ter conhecimentos de programação porque toda a dinâmica da plataforma é automática e já está construída e ao meu dispor. Só tenho de saber o que acontece quando utilizo cada uma das suas funcionalidades. (O que nem sempre é fácil, porque elas são muitas.) No entanto, os meus conhecimentos básicos e ínfimos de HTML têm-se revelado muito úteis para a formatação de alguns elementos que introduzo através dos códigos fornecidos pela Web e cujo aspecto com que surgem depois na minha página não corresponde ao que pretendo.

· O contacto com os alunos através da plataforma é muito fácil e eficaz, podendo ser feito em simultâneo com todos eles (quer comunicando em diferido utilizando os fóruns, quer comunicando em tempo real através do chat) ou podendo ser feito individualmente com apenas um aluno (através também do chat ou utilizando as ferramentas de envio de mensagens ou de correio rápido). Outra mais valia é que a informação veiculada pelos fóruns fica gravada e armazenada na disciplina, podendo ser consultada por todos a posteriori, com a vantagem de cada um poder dar o seu contributo, respondendo às questões colocadas ou emitindo a sua opinião sobre um determinado assunto que esteja a ser discutido.

· Posso carregar para a pasta de armazenamento de ficheiros do Moodle qualquer tipo de ficheiro e disponibilizá-lo para download. Além disso, muitos ficheiros podem ser visionados directamente no browser através da plataforma Moodle, sem necessidade de download por parte do utilizador: vários tipos de imagem, apresentações de slides (como as do powerpoint), documentos de texto (.doc e .pdf, por exemplo), vídeos, páginas da web, aplicações interactivas, aplicações java, escrita com símbolos matemáticos, citando aqueles que sei que funcionam e dos quais me consigo lembrar.

· O relatório e a estatística dos acessos à disciplina (quem acede, quando acede, que utilização faz dos materiais disponibilizados) é automática e quase em tempo real.

· O Moodle permite-me também “aplicar testes” interactivos aos alunos, mesmo sem a minha presença online em tempo real e devolver-lhes um feedback imediato sobre os seus resultados e progressos, quer através de mensagens de incentivo, quer através de uma classificação quantitativa. É o caso dos testes HotPatatoes e dos testes Moodle.

· Com o Moodle, a privacidade relativamente ao comum dos utilizadores da internet, está assegurada. Como administradora da minha disciplina posso controlar quem acede, que tipo de estatuto tem na utilização dos materiais disponibilizados e, inclusive, impedir ou alterar alguns conteúdos que eu considere impróprios e que tenham sido submetidos por um dos utilizadores. Além disso, há a possibilidade dos alunos submeterem trabalhos de modo a ficarem visíveis para todos os utilizadores da disciplina e também a de que só eu, como professora, os possa visionar.

Desvantagens do Moodle: assim de repente, não me consigo lembrar de nenhuma. É claro que a criação dos materiais e a sua disponibilização na plataforma requerem algum trabalho. Em alguns casos, trabalho árduo. No entanto, isso também acontece na preparação de outros tipos de aulas ou de materiais, provavelmente com menos vantagens. Além disso, e como já dei a entender no início deste documento, eu já estou habituada a este tipo de trabalho e disponível para experimentar outras ferramentas que venham a surgir.

Espero, em breve, utilizar muito pouco papel e gastar muito pouco dinheiro à escola em fotocópias. Bastará poder continuar a poder utilizar o Moodle ou uma ferramenta idêntica e que os alunos tenham, na maioria das aulas, a possibilidade de utilizarem um portátil e de gravarem ficheiros a partir dele para uma pen UBS.

Espero também vir a ter, a curto prazo, alguma disponibilidade para explorar melhor a construção de testes HotPatatoes e de Testes Moodle. Gostava também de experimentar a criação de Lições e de Books com o Moodle."

6 comentários:

teresapombo disse...

olá!
Duas coisas:
em relação a este post; era tão bom se pudesses copiá-lo para o fórum da Interactic q tem tido mto sucesso este Verão ;-):
http://interactic.ning.com/forum/topics/moodle-escolas-e-professores
era uma perspectiva que ficava mesmo bem :-D

segunda coisa:
adoro as tuas visitas no meu cantinho e... o mais importante.... nem imaginas como eu adorava que morássemos perto uma da outra... tenho sempre a sensação de que seríamos como irmãs e não só nos apoíaríamos uma à outra como iríamos ao cinema e afins!

Gosto muito muito de ti! E estou mto grata à net por nos termos conhecido e já termos passado esta amizade para o mundo real!
Se tivesse um carrinho mais de confiança, já te tinha ido visitar, desculpa não o ter feito ainda :-(

beijo grande!

Maria Emília disse...

Que boa que foi a aula hoje, stora. Aprendi a sério.
Obrigada Célia,
Um beijinho,
Maria Emília

Vento nos S@lgueiros disse...

Olá!

O Moodle é muito utilizado na minha escola e principalmente no meu curso por ser dedicado aos trabalhadores estudantes. É de facto muito útil (se for bem utilizado) e aproxima os alunos e os professores!
Não há desculpa para não ter os apontamentos das aulas e estar informado de todas actividades em curso... e a adrenalina que é abrir as pautas finais num ficheiro do moodle!! :)

Bjinhos e bom trabalho

Adriane disse...

Que depoimento interessante Célia. Adoraria que compartilhasse seu texto em nosso blog Moodle Livre(http://www.moodlelivre.com.br)

[]s
Adriane

SpooKy disse...

Boa tarde professora (já de alguns anos atras :) )

Só um pequeno reparo, já alguma vez testou a plataforma blackboard ? No meu ver, é bem melhor que o moodle !

Cumprimentos, Edgar Clérigo

Célia Jordão Alves disse...

Olá Edgar.
Não, não conheço essa plataforma. Vou ver se encontro informação. Obrigada pela dica. ;-)